Diário do Feriadown: Episódio 7 (Feliz Aniversário São Paulo)

No feriadown adiantado de São Paulo, a cidade celebra a vida hoje, no dia 1º de abril, data que normalmente seria o Dia da Mentira. Live fast, die young!

🎶 Here in the city, where the sun beats down on the streets... 🎶

Apesar de marcar os 468 anos de fundação da maior cidade do Hemisfério, a data verdadeira é só dia 25 de janeiro. Dizem que dá azar comemorar aniversário antes da data, mas tarde demais para este aviso, não? O que de pior pode acontecer na cidade onde mais pessoas morrem no mundo? A média móvel de mortes diárias no país bateu o sétimo recorde consecutivo, com 3119 óbitos devidos à pandemia do coronavírus.

Ao menos no litoral, o clima chuvoso e ligeiramente mais frio tem ajudado a manter as praias vazias. O ritmo de autuações, porém, continua altíssimo na capital do Rio de Janeiro: foram mais de seis mil em apenas seis dias. E deve continuar alto, já que não foram instaladas barreiras sanitárias na cidade e os turistas não vão simplesmente ficar trancados em seus quartos de hotéis. A esta altura do campeonato, já devem estar sedentos por eventos organizados na surdina.

Imagem da prefeitura mostra que, com o céu nublado, a ocupação das praias tem se mantido bastante baixa.

O dia 1º de abril costuma ser meu dia de folga da Internet simplesmente porque não coaduno com as pegadinhas forçadas na data. Nada contra as piadas, mas já há desinformação suficiente nas redes sociais em dias normais. Não precisamos de um dia adicional só para isso. Ainda mais num país que até ontem estava entretendo a narrativa de que estávamos sob um iminente "estado de sítio".

Constatado o fato de que o pânico desejado não foi atingido com êxito, o Brasil progride move-se em direção a assuntos mais cotidianos e imediatos. Nenhum deles envolve o combate ao COVID-19. O mais importante deles, obviamente, é a prova do líder no Big Brother Brasil, que aparentemente será de resistência e não dará resultado hoje. Nenhuma novidade até aí: o Brasil procrastina até mesmo seus assuntos imediatos.

Hoje foi o último dia "útil" no continente americano. Apesar de desrespeitar o feriadão imposto pela prefeitura paulistana, a Bolsa de Valores fechará amanhã para a Sexta-Feira da Paixão de Cristo, acompanhando as bolsas de valores norte-americanas. Não é só a cidade, portanto, que está adiantando folgas esta semana. #sextou também para o restante do mundo, na expectativa de que o sacrifício de amanhã traga a ressurreição da esperança no domingo.


 

Comentários

Não há comentários no momento.

Novo Comentário