Os signos dos Cavaleiros do Zodíaco (parte 1)

Os signos dos Cavaleiros do Zodíaco

Parte 1: Mu de Áries, Aldebaran de Touro e Saga de Gêmeos (abaixo)
Parte 2: Máscara da Morte de CâncerAiolia de LeãoShaka de Virgem
Parte 3: Dohko de LibraMilo de Escorpião e Aiolos de Sagitário
Parte 4: Shura de CapricórnioCamus de AquárioAfrodite de Peixes
OBS: o texto abaixo contém spoilers. Se você não assistiu aos Cavaleiros do Zodíaco ainda, o que está esperando?

No último texto sobre signos, usei a referência ao desenho Cavaleiros do Zodíaco como alívio cômico. Apesar disso, o fato deles representarem os signos do zodíaco não é uma mera coincidência. Quando o autor decidiu buscar na mitologia grega a inspiração para o desenho, certamente deve ter esbarrado em Ptolomeu e seu Tetrabiblos, a primeira obra conhecida pelo Ocidente sobre astrologia. Apesar dos diversos erros contidos no texto - Ptolomeu achava que a Terra era o centro do universo; que os astros giravam em órbitas perfeitamente circulares (na verdade, são elípticas); e que as quatro estações do ano estavam relacionadas aos quatro elementos (água, ar, fogo e terra, mas é mera coincidência) -, demorou 1500 anos até alguém propor um tratado alternativo e ser jogado na fogueira por isso. Mas vamos ignorar a ciência, por enquanto, e focar na diversão.

A pergunta que vou tentar responder hoje é: quais Cavaleiros de Ouro equivalem ao estereótipo do próprio signo?

Vou seguir a ordem das casas do Zodíaco no arco original. Também vou desconsiderar os traços de personalidade exibidos fora do arco principal, mesmo que os demais sejam considerados canônicos. Vamos a elas.

Mu de Áries

Mu é um dos primeiros Cavaleiros de Ouro a aparecerem em Saint-Seiya, quando Shiryu leva-lhe as armaduras quebradas dele e de Seiya para serem consertadas. Metódico e diligente, Mu tem o hábito de calmamente mudar de ideia com frequência durante a Saga do Santuário. Primeiro, diz a Shiryu que não há como recuperar as armaduras sem que ele sacrifique a própria vida, para, logo em seguida, consertá-las e salvá-lo. Em seguida, Mu interfere em favor dos Cavaleiros de Bronze na disputa contra os Cavaleiros de Prata enviados do Santuário para assassiná-los, somente para abandoná-los novamente à própria sorte logo em seguida. Quando os Cavaleiros de Bronze finalmente chegam ao Santuário, Mu - que deveria ser o primeiro obstáculo - não apenas lhes conserta as armaduras, mas também lhes ensina o segredo para derrotar os Cavaleiros de Ouro (o Sétimo Sentido). 

Mu é um dos Cavaleiros que sabia que Saga, o Cavaleiro de Gêmeos, havia usurpado o trono do Grande Mestre e ameaçava a vida de Atena. Sua interferência com o arco é profunda e cuidadosa, condizente com sua personalidade calma e monótona. Sua técnica secreta é a Extinção Estelar, um poderoso golpe luminoso que envolve o adversário e o teleporta para um destino escolhido por Mu. Também possui uma técnica defensiva, a Muralha de Cristal, que bloqueia técnicas inimigas. 

Quando comparado ao signo de Áries, porém, Mu falha no teste. Como um dos signos de fogo, arianos devem ser impulsivos, espontâneos e egocêntricos. Mu é, na verdade, o exato oposto disto: calculista e ponderado, o Cavaleiro de Áries age pelos bastidores e interfere somente o suficiente para impedir o fracasso dos verdadeiros protagonistas. Quando necessário, não sente dificuldades em aceitar seu papel de coadjuvante na defesa de Atena. Se Mu existisse no mundo real, não seria reconhecido como ariano

Aldebaran de Touro

Único representante brasileiro, Aldebaran é um dos Cavaleiros mais populares justamente por sua personalidade magnética. Enquanto Mu é frio e paciente, Aldebaran mostra-se franco, direto e estourado. É o primeiro a bloquear o caminho dos Cavaleiros de Bronze no Santuário, tarefa que realiza com confiança audaz, quase arrogante. Obedece as ordens de quem acredita ser o Grande Mestre até perceber que talvez estivesse errado, quando prontamente se põe de lado e abre passagem à companhia de Seiya. Sua técnica secreta é o Grande Chifre, golpe dividido em duas partes; a segunda, que requer que ele descruze seus braços, é totalmente ofensiva e representa a concessão de que seu adversário é tão forte que não pode ser vencido de braços cruzados. No desenho, Aldebaran concede a derrota a Seiya quando o chifre de sua armadura é quebrado, numa demonstração de humildade até então inesperada de seu personagem.

Quando comparado ao signo de Touro, Aldebaran passa com certo conforto. Como um dos signos de terra, taurinos devem ser objetivos e determinados sem deixarem de ser intensos e impulsivos, características bem evidentes no Cavaleiro. Humildade não é considerado um ponto forte do signo, mas também não é um traço marcante de Aldebaran, que estava disposto a destruir Seiya até o momento em que mudou de ideia. 

Saga de Gêmeos

Esta é uma análise bastante complexa, por se tratar de um dos personagens principais. Saga é o grande vilão por trás da Saga (tsc) do Santuário. Entre as atrocidades que cometeu sob a égide da Armadura de Gêmeos, está a tentativa de matar Saori enquanto ainda não passava de um bebê (frustrada por Aiolos de Sagitário); o envio de Cavaleiros de Prata ao Japão para destruir os protagonistas; a ordem dada a Tremy de Flecha para disparar contra o coração de Saori, já na Grécia; e o assassinato do antigo Grande Mestre e a usurpação de seus poderes para matar Atena e dominar o planeta. Saga não apenas comandava os bastidores do Santuário, como ainda declarou a si mesmo desaparecido para que pudesse continuar sua interferência no mundo inteiro sem ser incomodado. 

Ocupado no coração do Santuário, Saga não foi capaz de impedir os Cavaleiros de prosseguirem pelas Doze Casas. A ilusão em formato de labirinto que ele construiu na Casa de Gêmeos falhou em afetar Shiryu que, cego, permaneceu imune ao feitiço e carregou Seiya consigo. Com Hyoga derrotado pela ilusão e aprisionado em outra dimensão, Shun é o responsável por derrotar sua marionete e avançar, mas, logicamente, não sem a tradicional ajudinha de seu irmão mais velho.

Mais adiante, já no topo do Santuário, Saga revela-se como usurpador do Grande Mestre e grande vilão do desenho. Além disso, descobre-se que ele possui duas personalidades que travam constante embate: uma face benigna, considerada "bondosa como um anjo", e outra maligna, chamada de "escura como um demônio". Esta última tem estado no controle do corpo de Saga na maior parte dos últimos treze anos e é considerada a responsável por todos os atos malignos de Saga. A face maligna elimina os cinco sentidos de Seiya e tenta assassiná-lo, mas é impedida por Ikki, que aparece em tempo de protegê-lo e permitir-lhe que salve Saori. Como é um desenho infantil e tudo precisa terminar bem, a face maligna de Saga também é eliminada junto com a rajada de luz que salva Saori. Agora com pleno controle sobre seu corpo, Saga pede perdão à Atena enquanto comete suicídio, mostrando que não é só um desenho infantil, mas também um desenho japonês

Saga é descrito no seriado como um personagem manipulador e estrategista, mas, ao contrário de Mu, estressa-se com bastante frequência. O Cavaleiro de Gêmeos tem uma personalidade de extremos: sua face benigna é leal e bondosa; sua face maligna, cruel e ambiciosa; em comum, o poder, a prepotência e a perspicácia. É importante observar que, embora suas duas personalidades discordassem com frequência, Saga não era um personagem hesitante. De fato, ambas as faces foram decisivas e ágeis enquanto tiveram o controle do corpo do Cavaleiro. A técnica secreta de Saga é a Outra Dimensão, que distorce o espaço-tempo para jogar o adversário no vazio. Saga também é um habilidoso manipulador psíquico, sendo capaz de eliminar os sentidos de Seiya, criar ilusões convincentes e controlar Ikki por um breve período. 

Quando comparado ao signo de Gêmeos, Saga é um forte candidato. Como um dos signos de ar, geminianos são inconstantes, ágeis e volúveis. De fato, a face maligna de Saga corresponde a muitos dos estereótipos negativos do signo, como as frequentes mudanças de opinião, a traição, a indiscrição e a manipulação. Mesmo a face benigna de Saga mantém-se dentro do roteiro, por ser inteligente, rígida e hábil no tato com as pessoas. Suas habilidades e decisões refletem as características dos signos de ar, seja pelos poderes psíquicos e ilusionistas, seja pela produção de planos elaborados para eliminar Saori. Até em seu momento derradeiro, Saga é fiel à sua Casa, punindo a si mesmo com o próprio sacrifício. 


Já que este texto está ficando longo demais para um blog, resolvi dividi-la em quatro partes. Na próxima, falarei de Máscara da Morte de Câncer, Aiolia de Leão e Shaka de Virgem. Até lá!

Etiqueta: astrology 

 

Comentários

Não há comentários no momento.

Novo Comentário