Saudade (episódio 2)

Hoje, dia 7 de setembro de 2017, é, para os mais de 200 milhões de brasileiros que ainda permanecem em solo tupiniquim, uma data especial: a comemoração dos 195 anos da declaração de independência do Brasil em relação à metrópole colonialista portuguesa é uma das datas mais aguardadas pelos nativos. Especialmente neste ano, quando, assentado numa quinta-feira, oferece uma oportunidade aos brasileiros que ainda se encontram empregados de estender o feriadão com suas famílias e seus amigos. Até o Google uniu-se à comemoração:

Coincidentemente, hoje também se comemora o aniversário de um brasileiro que poderia transformar o País, mas teve-lhe negada a oportunidade. Vinícius Neves Motta, cérebro em fuga mas coração valente, completa hoje 27 anos. As circunstâncias separaram-no de mim e de sua linda esposa, mas hoje não é o dia de se falar delas. Hoje, falarei somente do que nos aproxima.

Minha memória é um caso perdido, mas, felizmente, minha obsessão pela auto-organização permite me dizer que eu e Vinícius nos falamos pela primeira vez no dia 4º de agosto de 2009, quando, por acaso, ele e seu colega Leandro Cardoso (vocês ainda mantêm contato?) estavam entre os primeiros a voltar do almoço para a aula de Linguagem de Programação com o já finado prof. Sérgio Barbosa Villas-Bôas. Nesta época, o sonho dele era se transferir para a faculdade de Engenharia de Produção e mandar nos outros engenheiros, o que permanece uma piada recorrente entre nós toda vez que me lembro desta conversa.

Não me recordo, mas talvez tenhamos trocado palavras insignificantes pelos corredores do bloco H do CT, mas o único registro que tenho é o desta foto, tirada nos Estúdios Globo em 2012, quando não parecíamos exatamente próximos:

Minha próxima lembrança com ele foi em agosto de 2012, quando nos encontramos para a despedida dele numa pizzaria da Barra da Tijuca. Embora eu tenha certeza que este encontro ocorreu, não consegui encontrar nenhuma foto deste dia, apesar de ter encontrado esta pérola:

Foi com ele em Vancouver, e eu tentando seguir o mesmo caminho, que nos tornamos amigos ao longo do ano. Encontramo-nos novamente em agosto de 2013, quando cheguei a Vancouver mais cedo para encontrá-lo ainda na UBC. Tenho certeza que tiramos uma foto, mas, para variar, não faço ideia de onde guardei. 

Por melhor que tenha sido minha experiência no Canadá, meu tempo livre por lá desapareceu. A adaptação foi bem mais difícil do que eu imaginava e nosso contato passou a ser mais via League of Legends do que conversas propriamente ditas. Ainda assim, 2014 trouxe de volta o contato com mais proximidade do que nunca. Nosso programa favorito era o rodízio de pizza semanal com os intercambistas da Engenharia da Computação, que acontecia com tanta frequência que só paramos quando nosso colesterol começou a atingir níveis alarmantes:

Quando Vinícius se formou e começou a trabalhar na Barra da Tijuca, encontrar com ele tornou-se mais doloroso do que de costume, graças ao trânsito infernal desta cidade. Ainda assim, fico feliz de, em 26 de maio de 2015, ter sido escolhido como confidente num dos momentos que lhe mudaria a vida para sempre:

Este talvez seja um dos momentos de maior orgulho da minha vida. Porque, quando li esta mensagem e encorajei-lhe a arriscar, jamais imaginava que ela viria a ser a mulher gentil, amável, altruísta, paciente e dedicada que viria a se tornar sua esposa. Escrever este texto foi uma montanha-russa emocional, sem sombra de dúvidas, mas é aqui que meu coração torna-se mais apertado do que nunca. Acostumar-se com a ausência de um grande amigo é tarefa hercúlea, mas viver sem a perspectiva de encontrar novamente o casal mais lindo do país é uma missão cruel. 

Por isso, neste dia 7 de setembro, a única comemoração que consigo ter é a de lhe desejar feliz aniversário. Obrigado por ter estado ao meu lado quando eu mais precisei, e parabéns por ter construído uma família tão bonita e harmônica. Que nosso adeus não passe de um até logo, morro de saudades já. 

Salut, mon ami!

PS: precisamos tirar fotos melhores juntos. 

Etiqueta: canada 

 

Comentários

Não há comentários no momento.

Novo Comentário