The Holidown Diaries #1: Gone South

Feriadão no meio da pandemia representa o Brasil melhor que futebol e samba.

Qualquer coisa decreta um feriadaaaawwwwnn!

A motivação era para ser o estado emergencial do sistema de saúde do País, mas, por aqui, até as calamidades são procrastinadas e o feriadown levou nada menos que cinco dias inteiros para ser encenado. Por enquanto, aderiram ao feriadown (lista não-exaustiva):

Dos dez dias em que o estado do Rio de Janeiro ficará fechado, três foram feriados decretados excepcionalmente para a ocasião (ou seja, não serão compensados posteriormente). O curioso é que a Páscoa está sendo antecipada como um soneto de Vinícius de Moraes, meio apressada e preguiçosamente, mas a hipótese de feriadown durante o Carnaval não parece ter sido muito convincente. Apesar de ter sido o gatilho da segunda terceira quinta onda de COVID-19 na maior parte do território nacional, os governos estaduais não acharam que restrições no feriado, que provavelmente importou o coronavírus, fossem uma boa ideia naquele momento. Reportagem do jornal Poder 360 relata que "a medida tenta evitar aglomerações, festas e viagens, comuns nesta época do ano, e diminuir a transmissão da covid-19".

Entre o anúncio e a execução, o número diários de mortos subiu mais de 20% e atingiu a máxima histórica de 3600 falecidos. Mas é errando que se aprende e, dessa vez, estaremos todos mais preparados e calejados para lidar com a situação, certo?

Este foi só o primeiro dia, mas já parece que não vai dar certo. Ano que vem, tentamos novamente!


 

Comments

There are currently no comments

New Comment