Monday Reviews (episode XVIII)

Última segunda-feira do ano e cá estou novamente, emergindo das cinzas, para fazer minha Retrospectiva 2020! #segundou

Cá entre nós, este ano não foi tão ruim para mim, mas preciso manter o pessimismo ou vão achar que é um laranja escrevendo.

Janeiro

Meu ponto alto no primeiro mês do ano foi o pé na bunda que levei depois de quase três meses de namoro. Nada como começar o ano já com um impulso!

Fevereiro

Engraçado, fui procurar minhas recordações do mês e a única que guardei foi essa louça monstruosa que brotou na pia depois de já tê-la lavado.

Março

O mês do meu aniversário foi literalmente o pior do ano (não só para mim), mas pelo menos achei essa pérola:

Abril

Meu computador queimou numa queda de luz em março. O substituto (que, na verdade, era um barebones: veio sem disco, por exemplo) atrasou e só chegou em abril. Adivinha quem quebrei os pinos do SSD?

Tendo dito isto, estou orgulhoso de ter conseguido consertar com um ferro de passar roupa. #SecretárioDoLar

Maio

Meu meme favorito do ano surgiu logo no mês das Mães: SAÚDE SAÚDE SAÚDE

Sem querer ser estraga-prazeres, mas já existe vacina contra a gripe. Pode liberar a mente para pensar em outras coisas.

Junho

Foi o mês que derrubei o site. Oops.

Julho

Coisas irrelevantes como arrumar um emprego e voltar à terapia aconteceram, mas o que importa mesmo é isso aqui:

Agosto

Incrível como meu diário só tem reclamações do home office. Definitivamente não nasci para ser millennial.

Setembro

Passou muito rápido porque estava trabalhando em jornada dupla.

Hoje, entendo a Rochelle: não sobra tempo nem para gastar o dinheiro.

Outubro

Meu celular pifou e foi quando descobri que minha vida inteira gira em torno deste aparelho infernal. Também descobri que os celulares novos não cabem na cueca. Morar no Rio de Janeiro está cada vez mais desafiador.

Novembro

Neste maldito mês, descobri que sisos existem somente para desgraçar a vida do ser humano. Arranque estas porcarias o mais cedo possível.

Mas nem tudo foi ruim: venci o medo de baratas. #GuerreiroDoPovoBrasileiro #VerásQueUmFilhoTeuNãoFogeÀLuta

Dezembro

Tive um curto momento de felicidade ao retornar ao escritório... por três dias, mas voltei ao home office. O Google resolveu cair para me dar o tiro de misericórdia.

Está sendo um mês muito esquisito, no geral. Mas pelo menos agora os stories na praia, no bar, na boate e no shopping não estão mais vindo marcados com #tbt, o que me incomodava muito.

2021

A única dica que posso dar sobre 2021 é: não faça planos. Planos são inúteis e planners, mais ainda.

Essa era a parte em que eu me despediria e daria Feliz Ano Novo, mas, bizarramente, encontrei tempo para escrever o blog de amanhã (já está agendado). 2020 ainda não acabou!


 

Comments

There are currently no comments

New Comment